Projeto Bichos do Pantanal é realizado pelo Instituto Sustentar de Responsabilidade Socioambiental, com patrocínio da Petrobras, por meio do Programa Petrobras Ambiental. A iniciativa atua para ampliar o conhecimento científico e a preservação de importantes espécies da fauna pantaneira como ariranhas, lontras, aves, peixes e onças-pintadas. Proteger as chamadas espécies guarda-chuva implica na conservação das outras espécies componentes do ecossistema em que ocorre. Visitar, mapear e analisar toda a região contemplada no Projeto é um dos objetivos. Será produzido um inventário com documentação das populações e territórios dos animais estudados, registrando habitat, comportamento, dieta, sazonalidade e outras informações. Todo o conteúdo gerado pela pesquisa de campo do Projeto será disponibilizado no site.

Ações que contemplam dimensões de natureza ambiental e social.

As atividades de educação ambiental em escolas da região e a promoção do desenvolvimento local também são importantes focos do Projeto.

As ações do Projeto Bichos do Pantanal contemplam dimensões de natureza ambiental e social. As atividades de educação ambiental em escolas da região e a promoção do desenvolvimento local também são importantes focos do Projeto, que teve início no segundo semestre de 2013. O programa de educação ambiental, nomeado: “Conexão com a natureza”, vai implantar um pacote de atividades de conscientização e sensibilização ambiental junto às comunidades locais, turistas, pescadores, e outros interessados. É importante formar multiplicadores de educação ambiental, visando a apropriação do projeto pela comunidade em longo prazo. Assim como subsidiar formulação de políticas públicas voltadas para a conservação da biodiversidade do Pantanal, criando uma “rede de cooperação” de forma a incluir as organizações, setor acadêmico, governos e associações locais afins.

O foco dos trabalhos do Bichos do Pantanal está concentrado na cidade de Cáceres, no Mato Grosso. As atividades de pesquisa e monitoramento de fauna vão ser desenvolvidas no rio Paraguai, no Barco Sede do projeto, que vai permanecer nos próximos dois anos em vários pontos de estudo entre a sede do município e a Estação Ecológica Taiamã. As ações de educação ambiental, incentivo ao turismo sustentável e formação de guias vão ocorrer em conjunto com as comunidades que vivem às margens do rio Paraguai ao longo dessa área de influência do projeto.

Resultados do Projeto Bichos do Pantanal

Artigos científicos nacionais e internacionais, teses e trabalhos científicos. Confira:
  • Artigos escritos por Christopher Schulz e publicados em revista internacional, com versão eletrônica nos blogs de instituições escocesas, o “James Hutton Institute” (pesquisas ambientais) e o “Scotland’s Rural College” (pesquisas rurais e de agricultura).

Artigos de Christopher Schulz

  • A Relação do pulso de inundação com a reprodução de Hoplias malabaricus (BLOCH, 1794) (Characiformes, Erythrinidae) no sistema das Baías Caiçara do Pantanal Norte, Estado de Mato Grosso, Brasil, por Jéssica Rodrigues de Oliveira; Ernandes Sobreira Oliveira Júnior e Claumir César Muniz.

Artigo Revista Holos – Claumir César Muniz

  • Análise de ocorrência de queimadas em unidades geomorfológicas na Bacia Amazônica, contida na região sudoeste de Mato Grosso, por Claumir César Muniz.

Artigo Ictiofauna_Geonorte (1) – Claumir César Muniz

  • Análise, subsidiada nas geotecnologias dos compartimentos morfopedológicos da Bacia Hidrográfica do Rio Piraputanga/MT, Brasil, por Claumir César Muniz.

Artigo Ictiofauna_Geonorte (2) – Claumir César Muniz

  • Uso da terra e cobertura vegetal nas unidades geomorfológicas do corredor fluvial do Rio Paraguai no Município de Cáceres/MT, Brasil, por Claumir César Muniz.

Artigo Ictiofauna_Geonorte(3) – Claumir César Muniz

  • Estrutura de comunidade e diversidade de peixes em baías conectadas ao Rio Paraguai, Pantanal Norte, Cáceres/MT, Brasil, por Claumir César Muniz.

Artigo – Ictiofauna – PANTANAL NORTE – Claumir César Muniz

  • Estratégias reprodutivas, pulso de inundação e a sobrepesca no Pantanal. Elementos para a gestão de recursos pesqueiros, por Claumir César Muniz, Derick Vitor de Souza Campos, Ernandes Sobreira Oliveira Júnior e Amabilen de Oliveira Furlan.

Artigo – Tese EBI_I – ESTRATÉGIAS REPRODUTIVAS, PULSO DE INUNDAÇÃO E A SOBREPESCA NO PANTANAL. ELEMENTOS PARA A GESTÃO DE RECURROS PESQUEIROS

 

  • Geoprocessamento aplicado à caracterização morfométrica e os aspectos físico-químicos da águas das baías do Rio Paraguai – Pantanal Matogrossense, por Claumir César Muniz, Sophia Leitão Pastorello de Paiva, Ernandes Sobreira Oliveira Júnior, Laís Fernandes de Souza Neves e Francimayre Aparecida Pereira de Jesus.

Artigo -Tese_Bichos_GeoPant_I – Geoprocessamento aplicado à caracterização morfométrica e os aspectos físico-químicos da águadas baíasdo rio Paraguai- Pantanal Matogrossense

  • Análise da ocorrência de queimadas em unidades geomorfológicas na bacia amazônica, contida na região sudoeste mato-grossense, por Sophia Leitão, Sandra Neves, Claumir César Muniz, Ronaldo Neves e Jesã Pereira.

Artigo – Tese Sinageo1 – Claumir Muniz

  • Recurso pesqueiro no Pantanal Norte: Oportunidades para desenvolvimento social e uso sustentável dos recursos naturais, por Claumir César Muniz, Ernandes Oliveira Júnior, Amabilen de Oliveira e Derick Vitor de Souza.

Artigo- Tese_Bichos_EBI_II – RECURSO PESQUEIRO NO PANTANAL NORTE – Claumir Muniz e Ernandes Oliveira

  • Tese de trabalho científico apresentado no ConBio, Congresso de Biólogos, Pteronura brasiliensis: Uma resposta à preservação da espécie, por Douglas Trent.

Tese de trabalho científico sobre as ariranhas – 22ConBio – Douglas Trent

  • Tese de trabalho científico apresentado no ConBio, Congresso de Biólogos, Pantanal Norte mato-grossense em toda a sua diversidade e uniformidade limnológica. Estudo de caso em seis baías marginais no Pantanal de Cáceres/MT, por Claumir César Muniz.

Estudo de caso em seis baías marginais do Pantanal – 22ConBio – Claumir Muniz

  • Tese de trabalho científico apresentado no ConBio, Congresso de Biólogos, Respiração em lagos de baixa latitude dominados por Eichhornia crassipes, por Ernandes Sobreira Oliveira Júnior.

Respiração em lagos de baixa latitude dominados por Eichhornia crassipes – 22ConBio – Ernandes Oliveira